Projeto
bridge

Projeto

O QUE É O BRIDGE?

O BRIDGE – Unir a ciência e as comunidades locais para a redução do risco de incêndios florestais, é um projeto de investigação iniciado a 15 de março de 2021, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) no âmbito do concurso de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico sobre Prevenção e Combate a Incêndios Florestais.

Partindo de uma abordagem antecipatória centrada na prevenção e na mitigação do risco de incêndio florestal o projeto BRIDGE que conta com o conhecimento tradicional das populações sobre as fragilidades do território e sobre os comportamentos protetivos mais adequados. No BRIDGE a mobilização e envolvimento da comunidade local é uma condição central do projeto como abordagem de investigação. Pretende-se construir conhecimento com a comunidade e gerar uma maior consciencialização social do risco de incêndio rural, favorecendo o compromisso continuado com a estratégia de redução do risco consensualizada.

METODOLOGIA

A investigação-ação participada do BRIDGE parte do diagnóstico socio-ecológico da área-piloto e posteriormente aplica metodologias colaborativas destinadas a fomentar o diálogo entre populações locais, cientistas e organizações locais implicadas na gestão do risco de incêndio florestal.
O diagnóstico socio-ecológico assenta numa abordagem multi-método destinada a caracterizar os padrões de relação humana com a floresta e de adaptação ao risco de incêndio. As metodologias colaborativas concretizar-se-ão através de um laboratório colaborativo pelo qual se testarão ferramentas de capacitação local, designadamente o mapeamento participativo tridimensional (P3DM), e se promoverá o diálogo entre os diferentes atores locais com vista à redução do risco de incêndio florestal.

No âmbito do BRIDGE, destacam-se três tarefas principais, indicadas se seguida:

Tarefa 1

Conhecimento da área-piloto através de uma abordagem multi-método que combina fontes secundárias e técnicas de inquirição junto das populações locais. Pretende-se caracterizar a geografia humana de Monchique e os diferentes usos da floresta; conhecer os seus habitantes, o seu grau de vinculação ao lugar, os seus quadros habitacionais e modo como percecionam e coabitam com o risco de incêndio florestal.

Tarefa 2

Implementação de um Laboratório colaborativo destinado a potenciar o conhecimento e a experiência locais para uma mais eficaz gestão do risco de incêndio florestal. Pretende-se testar ferramentas de capacitação local, designadamente o mapeamento participativo, passíveis de ser posteriormente replicadas noutros territórios de risco.

Tarefa 3

Desenvolvimento de um roteiro destinado estimular a adoção da abordagem de investigação-ação participada testada em Monchique noutros territórios e para além da duração deste projeto.

RESULTADOS ESPERADOS

Melhor integração entre diferentes formas de conhecimento, recursos e ação locais para a redução do risco de incêndio florestal em Monchique.

Maior consciencialização social do risco de incêndio florestal e das medidas protetivas em relação ao risco de incêndio florestal.

Partilha da estratégia e das ferramentas do BRIDGE por via de um Roteiro que guie iniciativas de redução do risco de incêndio de base local noutros territórios de risco.

NEWSLETTER 1

NEWSLETTER 2

NEWSLETTER 3